Dúvidas frequentes

Quantas sessões de apitoxinoterapia são necessárias para atingir o resultado desejado?
O número de sessões é relativo, pois a efetividade do resultado depende de alguns fatores como o comparecimento regular às sessões, o grau de inflamação ou de dor e, também, devido à variação de organismo de cada indivíduo. Assim, como qualquer outro medicamento, os efeitos terapêuticos da apitoxina podem ser eficazes pra um paciente, porém ineficazes pra outro.

Quanto veneno (apitoxina) aplicar?
As terapias são realizadas semanalmente e o número de microdoses é aumentado progressivamente para que o organismo do paciente se adapte aos poucos ao veneno, respeitando o limite de 30 microgramos por sessão.

Com qual frequência?
A apitoxinoterapia é realizada por sessões. O intervalo mínimo entre as sessões é de 5 dias e o intervalo máximo não deve ultrapasar 21 dias (eventual desimunização à apitoxina), caso contrário, o paciente deverá ser submetido a um novo teste alérgico e, consequentemente, a um novo escalonamento de aplicações.

Existe alguma reação imunológica do organismo à apitoxina?
Com exceção das pessoas alérgicas à apitoxina, no nível das microdoses não ocorre este tipo reação, pois estão abaixo do limite de ativação imunológica, permitindo, desse modo, que seus efeitos terapêuticos atuem livremente (anti-inflamatório, analgésico e imunossupressor). Já no nível das macrodoses ocorre a resposta imunológica por meio da produção de imunoglobulinas ou anticorpos IgE, que bloqueiam os efeitos terapêuticos citados, servindo o veneno apenas como marcador imunológico de células cancerígenas.

Existe algum teste de tolerância ao veneno?
Sim, há um teste de tolerância, pois estima-se que cerca de 2% da população mundial seja hipersensível ao veneno das abelhas, de tal modo que uma única aplicação pode provocar um choque anafilático (reação alérgica mais grave) e, portanto, por em risco a vida do paciente caso não seja tratado a tempo com um antídoto apropriado. Por isso, antes de iniciar o tratamento, o paciente deve se submeter a um teste de tolerância.

Como se utiliza a apitoxinoterapia no câncer?
Como marcador imunológico. A melitina do veneno das abelhas tem grande afinidade bioquímica pelas células cancerígenas e se une às membranas das células do tumor. O ferrão cravado pelo lapso temporal de 1 a 2 minutos (macrodose) proporciona uma quantidade suficiente dessa substância para marcar imunologicamente o tumor e permitir aos linfocitos T seu reconhecimento e posterior destruição.

A partir de qual idade uma criança pode ser tratada pela apitoxina?
A partir dos 07 anos de idade e com o mesmo esquema de escalonamento de aplicações, ou seja, com aplicações progressivas até que seu organismo fique imune à apitoxina, igualmente respeitando o limite de 30 microgramos por sessão.

Ao fazer o tratamento com o veneno da abelha eu preciso suspender qualquer outro tipo de medicação?
Recomenda-se não suspender qualquer medicação a qual o paciente está se submetendo ou eventualmente venha a se submeter, pois a apitoxinoterapia deve ser compreendida como coadjuvante no tratamento de determinadas patologias tratadas pela medicina convencional. Portanto, qualquer decisão contrária a esta recomendação será tomada única e exclusivamente pelo paciente.


Clique aqui para voltar

             • Lageado – São Paulo – SP - Contato: (11) 2961.8942 | 7614.5491

• Vila Formosa – São Paulo – SP - Contato: (11) 8169.5717
Abelha Saúde - © Todos os direitos Reservados
Site desenvolvido por